Gerontologia – Saiba mais sobre o curso e a área de atuação

Quem cursa gerontologia estuda algumas mudanças que acontecem durante o envelhecimento de uma pessoa e busca adaptar essas mudanças com o objetivo de ajudar o idoso a ter uma vida mais significativa e uma melhor qualidade de vida.

Algumas pessoas acham que geriatria e gerontologia são as mesmas coisas, mas são duas áreas de atuação distintas.

Enquanto a geriatria cuida especialmente de doenças da terceira idade, a gerontologia estuda a fase de envelhecimento e a melhor maneira para que o idoso tenha uma qualidade de vida.  

O que é gerontologia?

Como já foi dito aqui, a gerontologia é o estudo característico do envelhecimento de uma pessoa de uma forma ampla, ou seja, além de estudar sobre a parte biológica, também estuda sobre áreas psicológicas e sociais.

É uma área que procura entender o processo do envelhecimento para identificar possíveis doenças.

O gerontologista, como é chamado quem cursa gerontologia, é um profissional que tem ensino superior, em vários setores do conhecimento. Assim, ele pode atuar em áreas como nutrição, psicologia, terapia ocupacional e muitas outras.   

Curso de gerontologia

Aqui no Brasil, o curso de gerontologia iniciou no ano de 2005, por meio da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo. A primeira turma foi concluída no ano de 2008.

No passado, só era possível se formar em gerontologia caso o aluno fizesse pós-graduação. É um curso novo aqui no Brasil, mas a procura tem aumentado a cada dia, uma vez que a expectativa de vida do povo brasileiro tem aumentado pouco a pouco.

No estágio, a carga horária começa no segundo ano e pode ser bem longa. Assim o aluno adquire experiência na área da saúde e social, contribuindo para sua formação e preparando o aluno para o mercado de trabalho.  

Mercado de trabalho

No mercado de trabalho é comum o trabalho com outras especialidades como a geriatria, por exemplo.  

O especialista em gerontologia pode atuar em diferentes áreas do mercado, que pode ser promovendo educação nas comunidades, dando suporte psicológico, na adaptação de locais para que a locomoção seja feita com segurança, na defesa dos direitos dos idosos e muito mais.

Outra área de atuação que tem crescido é o cuidador de idosos rj. Muitos trabalham através de empresas especializadas em cuidar das necessidades de uma pessoa idosa, não só no Rio de Janeiro, mas também em todos os outros estados.

Outros locais em que podem atuar são em clínicas médicas, ONGs, ambulatórios, em órgãos públicos que dão assistência social, casas de repouso, hospitais, postos de saúde e muito mais. É um mercado de trabalho com várias possibilidades.

Também podem trabalhar com pesquisas em universidades, dar aulas para profissionais de saúde ou para qualquer pessoa que precise cuidar de alguém idoso.  

Oferecem mais cuidados

Os cuidados oferecidos por esses profissionais incluem intervenções que prevejam problemas relacionados ao envelhecimento. Eles também orientam o idoso com respeito aos requisitos adequados para uma vida com mais qualidade, conforto e segurança.

Eles também são capacitados para promover o bem-estar físico e emocional de pessoas idosas, e isso também inclui seus familiares.

Tal profissional pode criar e realizar ações de políticas públicas que atendam ao ancião, no campo da saúde e do amparo social.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *